Após 13 anos, cineasta finalmente lança jogo que começou a fazer em 2001

Adam Butcher começou a fazer um jogo aos 14 anos, em 2001, usando um dos poucos softwares de desenvolvimento de games da época que não exigiam um conhecimento muito profundo em design, arte ou programação, o Multimedia Fusion. Mal ele imaginava que seu jogo, um que ele sempre sonhara em fazer, só seria finalizado e publicado em 2014, quando ele tivesse 27 anos de idade.

Em um mini-documentário feito por ele próprio, Butcher conta a história do desenvolvimento de Tobias and the Dark Sceptres e lista os erros cometidos por ele que fez com que seu projeto se alongasse mais do que ele gostaria. Dentre eles, estão sua própria ambição, sua falta de experiência e perfeccionismo.

“Os anos que tomaram para fazer esse jogo no meu tempo livre, nós vimos três primeiros ministros britânicos, dois presidentes norte-americanos, a chegada do Steam, Xbox Live Arcade, WiiWare, Humble Bundle, o lançamento de Cave Story, Braid, Fez e até Duke Nukem Forever“, diz Butcher. “O mundo e a cena de jogos indie me deixaram para trás.”

Apesar disso, Butcher nunca abandonou o projeto. Hoje, finalmente lançado, ele pode ser baixado e jogado gratuitamente em seu site oficial.

“Talvez ele não se apoie nos padrões atuais dos jogos indie. Talvez ele não te segure na mão o suficiente, flua bem o suficiente ou sequer funcione num Mac. Talvez ele seja apenas um projeto imaturo preso no tempo. Talvez isso signifique que algumas pessoas irão odiá-lo, mas talvez algumas pessoas também o ame porque, lá no fundo, eu acho que eu mesmo o amo. Eu o amo por que, apesar de todos seus defeitos, é o jogo que eu sempre quis fazer e ninguém, nem mesmo a crescida versão de 27 anos de mim poderia me dizer o contrário.”

Via Arena IG


Passa o Controle