MinigameCast #60 – Acessibilidade Nos Games

No programa de hoje @BetoCostaFm, Fabinho e Johnatam do @chicleteradio, falam do controle de video games para tetraplégicos, e do hospital que inclui os video games para terapia de pacientes.E de lambuja, você leva indicações de games e muita diversão no único podcast que cabe no seu bolso.


Player do Podcast

Reproduzir

Podcast: Play em nova janela / Download (Clique com o botão direto em cima e depois Salvar Como)/ Duração [54:44min – 39mb]


LINKS:

Controle especial permite que tetraplégicos interajam nos games

Videogame ajuda na recuperação de pacientes em hospital público do Pará

Video Super Mario Cadeirante (Acessibilidade nos Games)

Blusa Passa o Controle


ARTE DA VITRINE: Beto Costa Fm

AVALIE O PASSA O CONTROLE NO Itunes

  • CONTATOS: EMAIL: perdeu@passaocontrole.com.br

Reproduzir

  • Alexandre Monteiro Silva

    Grande Beto, Fabinho e Johnatam muito legal o assunto de hoje, os videogames já fazem parte da nosso cultura e não pensar no acesso ao portador de necessidade especial é privá-lo disso, pensar no próximo é sim dever de todos nós, inclusive e principalmente nos games, muito bacana da parte de vocês desenvolver este tema! A microsoft, recentemente adicionou uma capacidade no Xbox One onde é possível remapear todos os botões, é bem simples você imaginar que se você machucar um dedo, já pode se beneficiar desse recurso, imagine que tem problemas nas mãos, já podem remapear conforme sua necessidade. Na Steam também tem mais algumas opções que substituem até o teclado, Vou deixar uma dica para as pessoas paraplégicas que tem vontade de testar simuladores de corrida, o Volante Microsoft Wireless Speed Wheel, ele é um acessório barato e muito preciso para o Xbox 360 e com o receptor wireless da Microsoft funciona muito bem também no PC, podendo ser usado com os simuladores mais atuais. Agora fazer DLC das figurinhas é o fim!!! heheheh Um grande abraço e obrigado pela dedicação!

    • Sensacional essa sua dica Alê! Muito bom mesmo! Opções como essa nunca são demais!

      Grande abraço,
      Fabinho

Passa o Controle