Slightly Mad Studios anuncia World of Speed, o MMO de corrida free-to-play

Os criadores de Need for Speed: Shift e Project CARS divulgaram hoje seu mais novo projeto: World of Speed, o MMO de corrida que trará conquistas de territórios, participação de clubes, eventos contínuos e corridas em equipes. Em um trailer cheio de ação, a Slightly Mad Studios ainda mostrou que seu novo título quer trabalhar com cenários vivos, reais e detalhados – e o melhor, gratuitamente para os jogadores.

O novo jogo será exclusivo para o PC, com previsão de lançamento para 2014. A proposta principal do game será possibilitar emocionantes corridas pelas ruas de cidades famosas, como Londres, São Francisco e Moscou; tudo isto acompanhado de carros rápidos e uma garagem quase infinita de possibilidades para os fãs de velocidade.

Até então, a ideia não parece muito nova para os jogadores que já estão acostumados a sentir a adrenalina nos títulos de corrida. No entanto, a produtora realçou que o seu título não estará focado na simulação, mas na experiência social e na competição entre os jogadores.

Longe da simulação

O grande detalhe observado pelo pessoal do Computer and Video Games foi a oposição de World of Speed às perfeições da simulação – se aproximando um pouco da jogabilidade de títulos como Midnight Club ou Need for Speed. Sem grandes dificuldades nos controles, é possível que vários tipos de jogadores sintam a emoção de correr pelas pistas.

Este ponto é reforçado pelas mecânicas do jogo. É possível realizar curvas em grande velocidade e não ser gravemente punido por isso. As batidas mais violentas com a parede ou os choques mais brutais contra os adversários deixam arranhões na lataria do carro, mas não impossibilitam o jogador de pisar fundo no acelerador e em segundos voltar para a briga das primeiras colocações.

Se a preocupação de muitos jogadores no modelo gratuito é a conhecida expressão “pay-to-win”, o desenvolvedor chefe Pete Morrish contraria totalmente essa expectativa. Enquanto o representante do estúdio não revelou o que será vendido dentro do jogo, ele assegura que estão fazendo a monetização “da maneira certa”, sem dar vantagens aos jogadores que usarem o dinheiro real em World of Speed.

Clubes e territórios

Mais do que sentir a ação das ruas, a Slightly Mad Studios evidencia sua preocupação na interatividade entre os corredores. Para isto o estúdio desenvolve um sistema de grupos, pelo qual os jogadores poderão se organizar e lutar pelo controle dos circuitos em um modo conhecido como “Territory Wars”. Uma guerra de território como nas ruas de San Andreas, mas na adrenalina das pistas.

Os clubes estarão presentes para aumentar a experiência de cada um dentro do jogo e motivar a competição entre os grupos. Enquanto nenhum outro modo foi detalhado pelo estúdio, a prévia do Computer and Video Games identificou alguns outros nomes como “King Of The Ice”, “Movie Cars”, “Drift” e “Destruction Derby”, sugerindo que mais possibilidades de corridas estarão abertas para os jogadores.

Tudo isso o estúdio oferece com gráficos bonitos e bem trabalhados – como nas imagens que você confere acima. Enquanto outros detalhes ainda ficam escondidos, ficamos na espera que 2014 traga um interessante título de corrida para que todos os jogadores possam pisar firme nos aceleradores sem pagar muito por isso.

 

Via BJ


Passa o Controle